terça-feira, 3 de julho de 2007

Ontem à noite

Riquelme jogou muito, pra variar.

E já que o post é sobre craques: jantei no Outback e lá encontrei o Amoroso. Sei que tem muita gente com ódio dele, mas queria pedir um pouco (mais) de paciência. Tá, o cara ainda tá devendo, mas eu acho que tem um ranço porque ele é estrela, coisa e tal. Todo mundo que chega aqui com nome é cobrado de maneira absurda (taí o Schiavi que não me deixa mentir). Se bobear, tem gente que vaiaria até o Riquelme depois do primeiro passe errado.

4 comentários:

Editor disse...

A torcida do Grêmio melhorou muito nos últimos anos, mas essa coisa de todo mundo ser perna-de-pau até que prove em contrário não passa.

Tuta, Schiavi, Saja, Lúcio, Gavilán, Amoroso. Todos eles enfrentaram (ou enfrentam) restrições.

Renato disse...

Pô, já passamos por Danlaba Mendi, Nestor Marques, Renato Martins, Carlinhos... não dar tempo prum cara da categoria do Amoroso é dose!

Márcio C. M. disse...

Renato, refere-se a Carlinhos "Sete-Léguas"? Tive o prazer de vê-lo fazer dois gols contra o Criciúma na arrancada do bi-campeonato da Copa do Brasil em Novo Hamburgo! Perto da performance de Amoroso, Douglas e Everton este ano, Carlinhos foi um craque! hehehe Brincadeiras a parte, deposito muita esperança no Amoroso ;)

Renato disse...

Sim, Márcio. Esse mesmo. Fazia seus gols, mas numa análise mais profunda era um jogador de dar pena...