segunda-feira, 7 de julho de 2008

Previsível, muito previsível

Como bem escreveu o Duda: "Se tem uma coisa que eu detesto é quando o Grêmio Greminho Meu Amor Eu te Amo! joga pra empatar. Principalmente por que quase nunca funciona e a gente acaba levando um tundão."

Entrar contra o Bostafogo num 3-6-1 (ouvi uma repórter da RBS falar em 4-6-1!) sem ter um meia de articulação é bucha. Como é que um time vai ter armação de jogadas com um meio campo desses (Paulo Sérgio, W.Magrão, R.Carioca, Ruindnei, Hélder e R.Mendes)?

E o que esse Maylson tá fazendo com a camisa do Grêmio? Manda esse cara jogar no Íbis! Ah, não tem nenhum outro meia disponível? Cadê o Julio dos Santos? Ruim com ele, pior sem ele.

A própria diretoria do Imortal diz que pra ganhar alguma coisa precisa ter um grupo de jogadores numeroso e qualificado, mas na prática mandam o Teco e Julio dos Santos embora.

Olhem no site do Grêmio e vejam o plantel:
5 zagueiros sendo que o Léo que deve vazar dentro de 1 mês;
3 meias: Roger (já foi), Tcheco (só em agosto) e Maylson!!!

Me impressiona como nossos dirigentes não conseguem perceber onde estão as verdadeiras deficiências do time. Enquanto isso vão amontoando volantes (temos 8) e atacantes meia-boca (são 7).

2 comentários:

Márcio C. M. disse...

Ah bom. Todo mundo percebeu que falta qualidade técnica aos jogadores.

Duda disse...

Desolador. Ressucitaram o Maylson. Não tinha um holandês querendo comprar esse guri no começo do ano? Pois que vendam. Ele não pode ser alternativa.