sexta-feira, 30 de abril de 2010

De joelhos

Rasguem, apaguem, deletem tudo o que eu falei sobre o Jonas.

Fui contra gente como o presidente Duda (o K), que acreditou sempre, até porque acompanhou o trabalho do guri todos os dias.

Duvidei do futebol dele, joguei ele pro banco, acreditei nele como quem acredita duvidando.

Estava errado. Posts e posts errados.

Desculpa, Jonas. Pode inventar coreografias, faz como achar melhor (por favor, nos poupe apenas do rebolation).

Encaixado no ataque, dupla perfeita com Borges, titular absoluto. Por favor, minhas sinceras desculpas.

Vamos contigo, rumo ao penta.

PS: Destaque pro PRIMEIRO GOL DO DOUGLAS vestindo a camisa do Grêmio. E melhor, veio logo acompanhado do segundo. MERECIDO AO CUBO.

PS2: juizinho mais FDP sem peso nem medida!

5 comentários:

Fernando disse...

time de verdade não fica o segundo tempo todo chorando por que perdeu um jogador. Time de verdade vai lá e liquida a fatura.

Adriano Snel disse...

Já autorizei ele a dançar, tá liberado. Ontem, assistindo o jogo, no que ele fez o gol eu disse: - Dança, Jonas, dança!!!

Um por Todos disse...

A HUMILDADE é uma das virtudes mais bonitas do ser humano. Quase fui as lágrimas.

AGORA EU LEVANTO A PLAQUINHA AQUELA ESCRITO:

EU JÁ SABIA !!!

Josué Antonio disse...

O Jonas calou a minha boca também. Confesso que não sei se são as coreografias, a fala mansa e aguda ou as constantes bolas nas traves, mas, ele é aquele tipo de jogador que sempre me irritou, mas, que nunca teria coragem de tirar do time. E que continue assim. Que continue me irritando, que continue me fazendo desviar o olhar da TV ou do campo cada vez que ele reune os companheiros para dançar, porque eu, cada vez mais, apoio a titularidade dele.

Miguel disse...

Snel, tenho feito a mesma coisa nos últimos jogos. Até contra o Hawaii, que ele não dançou, eu gritei "dança, porra!"... hahaha