quinta-feira, 1 de abril de 2010

Jogo pra bocejar

Olha, não sou de contar com o ovo no * da galinha, mas esse joguinho de hoje não empolga ninguém.

Um crime hoje é improvável.

O Minwer que me perdoe, mas é como deixar um extremista árabe recheado de explosivos, pelado e pintado de vermelho, entrar na Casa Branca.

Ou seja, só se o Votoraty incorporar o Jason Born. Ou rolar uma pegadinha muito da sem graça de 1º de abril...

O negócio é ir lá e bocejar com gosto.

E tomara que seja sempre assim, até o Penta.

3 comentários:

Lucas Dornelles disse...

Menosprezar adversários, por mais fraco que eles sejam não faz bem.

Acho que o Grêmio passa fácil hoje, mas não devemos levar como pedra cantada. Salto alto é costume das bandas do aterro, na azenha futebol é coisa séria.

Amaral disse...

O camarada acima falou tudo.

TiagoR disse...

Eu acho que a turma mistura torcedor com jogador profissional. Obviamente que dentro do vestiário o discurso é outro, ou o Grêmio não teria o tamanho que tem no futebol mundial...

Mas eu, como torcedor, vou lá pra ver um jogo fácil. Até pq, se der zebra, é porque tem muita coisa errada acontecendo.