domingo, 23 de maio de 2010

Grêmio - Uma agência de propaganda em apuros

GrêmioCom, uma agência de publicidade centenária, com uma brilhante história pontuada com Prêmios Internacionais, Nacionais e Estaduais. Reconhecida no mercado como uma das mais brilhantes e perspicazes agências, bem como por sua qualidade em campanhas bem resolvidas e cases de sucesso, tais como Batalha dos Aflitos, Batalha de La Plata, Copa do Brasil Invicto.  Quem não se lembra, né?

Por seu quadro de funcionários já passaram grandes feras, em todas as áreas, como por exemplo na criação, onde já passaram os redatores Paulo Nunes, Lima, Osvaldo, César, Tanque Juarez e Tarciso; também passaram por aqui os Diretores de Arte, Renato Portaluppi, Jardel, André Catimba, Alcindo; Pelo planejamento, grandes nomes também já deram suas caras, entre eles podemos citar Foguinho, Tita, Valdo, Arílson e Carlos Miguel, bem como Zinho e Éder; no atendimento, gênios capazes de aprovar qualquer coisa, desde um cartão de visitas até campanhas inteiras muito complexas, como Dinho e Goiano, Yura, China, Hugo de Léon, Rivarola, Mauro Galvão e Adílson; outra área é a da produção gráfica, que entre tantos expoentes podemos citar Everaldo, Arce, Roger, Anderson Lima, Paulo Cesar Magalhães. Isso sem contar o pessoal do financeiro, que cuidava do que entrava e saia, como Mazaropi, Lara e Danrlei.E obviamente não podemos esquecer dos diretores importantíssimos que já passaram por aqui, entre eles Luis Felipe Scolari, Cap. Froner, Valdir Espinosa, Telê Santana, é muita gente talentosa que passou por essa agência.

E também teve o caso dos estagiários que resolveram alçar vôos mais altos, e fazer sucesso por outras agências, na Europa principalmente.

Hoje essa agência está muito decadente. Vê sua principal concorrente, a BananaCom empilhando Gran Prix, Ouro, Prata, Bronze e muitos anuários. Ultimamente, a GrêmioCom tem logrado um pouco de exito, mas normalmente tem pego só anuário, umas pratas e uns bronzes, seja no CCSP ou no El Ojo. Já no Festival de Cannes, faz tempo em que não emplacamos nada. Ouro e Gran Prix fazem tempos que não aparecem. Até que esse ano veio um Ouro, mas foi pela ARP, mas enfim, foi um Ouro, né gente?

O atendimento tá uma bagunça. Fábio Rochemback, repatriado de Portugal, onde chegou com pompa e circunstância, provou que gosta mesmo é de ficar olhando putaria no Red Tube, sobrecarregando o estagiário Adílson, esse sim um verdadeiro talento. Acaba estourando tudo lá trás no financeiro, que tem tentado fazer milagres pra evitar uma sangria maior nas contas da agência. Já a arte vai bem, apesar dos erros de foco na elaboração das campanhas e das costumeiras faltas ao serviço. Já o planejamento tem deixado muitos furos, o que prejudica seriamente o trabalho dos atendimentos. E a direção parece estar cega, achando tudo vai as mil maravilhas. Entretanto, não vai, não. E o pepino é grande. Bem como a presidência geral, que acha que tudo segue exatamente igual, sendo que os tempos mudaram, e a comunicação não é mais só fazer anúncio em jornal e televisão. É preciso bem mais, a agência tem que olhar pro passado e ver o que de bom fazia, com uma verba bem menor que a de hoje, mas causando muito mais impacto pelo Brasil, pela América e pelo Mundo. Era um case de sucesso. E precisamos recuperar isso.

6 comentários:

Fiorella disse...

Perfeito Snel. Ótimo texto até pra quem não entende necas de publicidade, como eu.
=)

Mauro Paz disse...

Muito boa comparação, Snel.

Ontem fui ao Palestra e o que vi foi algo muito próximo do que tu falou.

Acho que a direção do Grêmio tem que cortar a gordura, Rochemback, Hugo, por exemplo.

Fiquei preocupado com a expulsão boba do Douglas que foi determinante para o resultado do jogo. Poderíamos ter virado se tivéssemos um articulador. Pareceu-me que o Douglas, pós-Copa do Brasil, quer dar o fora do Grêmio. Se o objetivo é esse ele está indo bem.

Fábio disse...

Perfeito! Só uma coisa a dizer: fora meira, fora duda. nem que seja pelo voto.

Martim disse...

"É natural. O grupo está fora de casa desde terça-feira passada, o ânimo não podia ser diferente". Este é o comentário do Meira a respeito da performance da equipe. Cara, parece que são um bando de mulherzinhas em depressão, isso me irrita muito. Futebol é pra homens porra!!!

J.Vanti disse...

Muito interessante os posts,parabéns Adriano, falaste a realidade!
Estamos também com nosso iniciante blog, http://geralsantiago.blogspot.com
sintem-se a vontade para seguir-nos.Aguante.dale

Josué Antonio disse...

Foda. Pode dizer isso aqui no blog? Porque... FODA. A situação do Grêmio conseguiu me abalar totalmente. Tínhamos time para ganhar do Santos. Para passar por eles, e, finalmente, ganharmos um título expressivo.
Para mim, o que o Silas fez foi estupidez completa. Perdemos o NEUTON por bobagem antes do primeiro jogo contra o Santos. Porque aquela partida contra o Atlético-GO (foi?) era para ter viajado só os reservas. Depois... ele me coloca o Mário, com o Rodrigo suspenso... e, como se não bastasse, a única coisa boa daquele jogo contra o Corinthians, o Maylson, é deixado de lado no jogo de volta na Vila.
Brincadeira.

Só espero que a BananaCom não ganhe nada esse ano, porque tá cada vez mais angustiante esse momento que já dura 9 anos.