quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Até quando?

Planeta terra, cidade, Porto Alegre. Olímpico Monumental, antigo templo do Imortal Tricolor, profanado ultimamente por times CAGÕES e que não obedecem e respeitam a história das três mágicas cores. Entretanto, é visível uma certa EVOLUÇÃO, porém, ainda muito pequena pra almejarmos resultados melhores.

O momento é complicado, porém plenamente reversível. Mesmo assim, todo e qualquer cuidado é POUCO, pois a colocação na tabela é GROTESCA. Não temos time pra estar neste lugar. Realisticamente, é um time pra pegar uma vaguinha na Sul Americana, só. Falta CULHÕES, isso sim, pra dar peitaço e se impor em casa. Fora, que joguemos sempre pelo EMPATE.

Ontem, mais um capítulo da novela de Horrores do Tio Duda Kroeff. Onde, dia após dia, é escancarado na nossa cara, toda a podridão e a mentira, contada desde o primeiro dia do ano, que é o tal PLANEJAMENTO. Que planejamento, tio? Ora, que planejamento considera Edílson e Fábio Santos jogadores DIGNOS de envergarem as cores vitoriosas do Grêmio? Que planejamento que traz meio time do Avaí pro Olímpico (meio time PODRE, pra deixar claro).

E nos falta sorte? Acho que um pouco sim, mas como falava alguém que não me recordo quem, ou não quero recordar, - Quanto mais eu trabalho, mais sorte tenho. - Portanto, senhores, é isso.

--------------------------------------

Quero ressaltar o nome de VILSON. Que ontem, na sua estréia mostrou muita vontade, segurança e seriedade, acima de tudo. E quero entrar em sua defesa do penal que ele cometeu no Franguinho Neymar, não dá pra deixar um zagueiro sozinho dentro da área com aquele piá, ele é infernal e segura muito bem a bola, portanto... Outros predicados que gostei do cara: NOMENCLATURA, pois VILSON é nome de zagueiro. Cara de mal e cabeleira de BAGACEIRO. Tem tudo pra dar certo, espero que sim.

8 comentários:

Jonão disse...

MUITA preocupação e tristeza.

Filipi disse...

Baita texto. Só não concordo na parte em que fala sobre ter culhões pra ganhar em casa e jogar pelo empate fora, ou seja, pra não perder. Tem que ter vergonha na cara e bravura sim, tem que ter futebol força. Mas pra isso, além da força, precisa-se do futebol pra ganhar tanto fora quanto dentro de casa jogando bem e dando confiança pra torcida, o que hoje o time não faz.

lucas disse...

Tu não quer lembrar quem falava a tal frase da sorte mas eu faço questão... TIGER WOODS - o cara viciado em sexo, mais ou menos como nosso treinador que diz ter passado dos 2000 ou 5000...

Thiago disse...

Tche, pior que ontem no jogo pensei a mesmíssima coisa: esse Vilson tem nome de Zagueiro e cara mau. Além da baita MUFA que dá pra ver a 1km de distância.

Como bem disseste, caras que nem o Neymar tem que ter sempre um neguinho na sobra. Por mais habilidade que tenha o tal Vilson, é um jerivá de 1,90 e não vai parar um frangote daqueles solito.

O que mais me preocupa é a tal "sorte de azarado" que anda o Grêmio. Quando o time dá uma crescidinha, começam a acontecer coisas bizonhas. A perda inexplicavel de varios gols é uma delas. Ao menos estamos produzindo chances claras de gol, coisa que não acontecia até 3 ou 4 jogos atrás.

Me nego a tecer comentários a respeito de PULHAS como Fábio Santos e Edílson!

Snel disse...

Tiger Woods, que preza. Enfim, é a verdade.

O Grêmio ta mais pra problemas anímicos que táticos...

Mas confio no Renato.

Alexandre disse...

O momento é crítico e já está quase beirando o irreversível. Em 2004 fechamos o primeiro turno com 26 pontos, tudo bem que eram 23 rodadas por turno, mas de qualquer forma, a colocação na tabela é extremamente preocupante. Daqui a pouco vai começar aquela velha história: "ainda temos 20 jogos dentro dos quais precisamos vencer apenas dez para nos livrar-mos do rebaixamento". E então se passam mais 5 rodadas, e continuam faltando as dez vitórias, e mais cinco rodadas, e agora tem que vencer dez jogos em dez rodadas, e aí meu amigo, a vaca foi pro brejo. O Fábio Santos deveria ser proibido de pisar no Olímpico, junto com o Douglas e o Edílson, Ferdinando, etc....

E enquanto isso o plasta do Duda continua com o mesmo semblante de sempre de quem não tem reação e é cagalhão! Dessa vez não terá perdão se houver rebaixamento, a porrada vai comer solta!

Andréia disse...

Fico cada vez mais revoltada em ver nosso time desta maneira... por mais GREMISTA que eu seja, digo: peguem o belo exemplo de gestão administrativa, gestão de marketing e tal de OUTROS times que vêm ganhando alguns títulos... melhorem o futebol, contratem gente decente... para ver se melhora um pouco...

Carolina disse...

A nossa situação deixa a todos nós tristes, muito tristes. Ontem no olímpico todos nós gremistas compartilhamos momentos de frustração plena, sentimento de impotência diante do que víamos.

Não é possível que o time mude tanto de um tempo para outro. Não é possível admitir que alguém como o Fábio Santos e o Edílson joguem no nosso time...

O Duda Kroeff errou diversas vezes: quando demitiu o Roth (acolhendo o clamor da torcida, que desaprovei), quando nomeou o Meira como o homem forte do futebol, quando esperou 45 dias pelo Autuori, quando contratou o Silas e o deixou trazer meio time podre do Avaí...

Mas, agora, sinto que ele está agindo - tardiamente, é verdade, mas antes tarde do que nunca. Demitiu os erros do passado (Meira e Silas), trouxe o Renato e está contratando jogadores que talvez possam trazer consigo mesmos mais do espírito gremista. Além do mais, conseguiu se livrar de algumas maçãs podres, como o Rodrigo e o Hugo, que ninguém esperava que não fossem jogar aqui, né?

Há muita coisa errada construída por muito tempo, agora é hora de todo mundo se unir para apoiar o time e sairmos do Z4, esse maldito lugar.

Não estou defendendo a direção, ela é culpada por diversos aspectos, mas não por todos - como é o caso de jogadores que não corresponderam às expectativas -, e tenta corrigir os erros, isso é inegável...

Outra coisa: 13 mil torcedores é brincadeira, né? Temos que lotar o Olímpico! Lembram do Flamengo, que estava mal em 2007, quando sua torcida começou a lotar o estádio e o time classificou para a Libertadores?