domingo, 12 de setembro de 2010

Passando por cima

Estádio do Pacaembú, um palco CLÁSSICO do futebol nacional e que, tirando o Olímpico, não poderia ser mais o apropriado para um renascimento do futebol DE GRÊMIO. Talvez, somente o Maracanã, ou quiçá o ENTERNO Centenário de Montevideo, mas enfim, quiseram os deuses do futebol, entre eles ODIN e BAPHOMET, que este fosse o local que marca a retomada, o reencontro.

Num CACHETAZZO de Douglas, que durante a semana jurava amores pelos bandidos corinthianos, abrimos o placar e decretamos a vitória. E como não poderia deixar de ser, visto as circunstâncias do jogo, e contra o MAIS FAVORECIDO clube do Brasil, tivemos de passar por cima da torcida adversária, arbitragem, e nossos próprios medos. Saúdo a volta da defesa germânica gremista, renascida em OGROS de Ébano chamados Vílson e Paulão, bem como no valente Rafael Marques, que honrou seus calções.

Falando em árbitro, aliás, falando em FASCÍNORA e falando em favorecimento, o que foi esse pilantra que apitou ontem? Pra PQP um sujeito desses e a CBF. Um jogo dessa importância, escalar um árbitro desses? O cara vem dum estado com que nem time na série A tem, que o campeonato regional deve ser uma piada e ainda ganha de presente da CORJA (CBF, ora bolas) esse presentão pra "abrilhantar" a carreira? Me faz favor!

Mas enfim, mesmo posto isso, o Grêmio jogou uma partida de Grêmio. Sólido defensivamente, ciente do que fazer, e fazendo direito. Alguns erros ainda carecem de ajustes, bem como alguns jogadores precisam saber que uma boa chuteira de 6 travas segura melhor no campo, né Adílson? Mas enfim, saúdo novamente a garra, a força e a maturidade que esse elenco tem demonstrado. É o Grêmio que cala, e mais um vez, cala a torcida corinthiana.

3 comentários:

TomateCru disse...

Caramba. Victor, Rafa Marques, Adílson e Douglas foram os melhores em campo, disparado! Destaque também pra atuação do Vilson e do Paulão (que substituiu muito bem o saudoso "Peruca"), pro Gabriel que tá se firmando como um lateral direito que fazia tempo que não tínhamos, e até pro Fábio Santos, que, mesmo limitado, soube se posicionar ontem. O Ferdinando também, se manter o nível de ontem pode até continuar no time.
Creio que os pontos fracos (mas que ontem não comprometeram) foi um Souza ainda fora de forma e um Jonas ainda afobado quando chega na frente da goleira (ele deu uma cortada linda a lá Portaluppi num zagueiro do Corinthians mas pecou na hora da finalização).
Enfim, vamos de Paulão e Neuton (ou Ozeia) na zaga e André Lima no ataque pro próximo jogo, então será vital que a torcida compareça em bom número e ganhe o jogo nem que seja no grito, porque ainda estamos a duas derrotas da zona de rebaixamento.

..... disse...

Não tá na hora de aliviar um pouco a do Adilson, Snel? Opinião é opinião, cada um tem a sua, mas a torcida em geral tem uma implicância do guri de Bom Princípio, que é gremista desde criancinha e um baita ladrão de bola.

Mais uma: o Paulão pode ser um novo Luciano na zaga, desde que a burrada que ele fez tentando ceifar o Jucilei (bah!) e tomando uma bola no meio das canetas, como varziano (jogada que o Adilson salvou depois do cruzamento, por falar nisso), seja apenas fruto do nervosismo da estreia.

Ponto fraco a gente vai ter sempre, todo o time tem. Espero continuar ganhando. O resto é resto.

Ah, e o Renato não fez nada de mais ainda (e acho que nem vai fazer): só disse o que a boleirada queria ouvir. Esse "blá, blá, blá, agora sabemos o que temos que fazer" é piada, o Grêmio está jogando no mesmo sistema e com o mesmo time que no primeiro semestre. A diferença é que o Renato é o cara, e eles fazem o que ele manda. Tanto que o Douglas, "craque que não precisa marcar", segundo o nosso próprio comandante, trucidou o tornozelo de um corinthiano de carrinho, sem nem levar amarelo.

Pra mim, tá comprovado: os resultados ruins eram fruto de má vontade com o Silas. Espero que vitórias como as de ontem façam esses mesmos caras que não estavam nem aí para o tricolor e não pensaram duas vezes para fritar um técnico, comecem a ver que somos roubados, que temos raça e escolham fazer parte disso também - ou seja, se tornem gremistas. Como já falei várias vezes: o nosso time titular é muito forte (pricipalmente depois que o Edilson saiu do time) e, agora, o nosso treinador tem a manha. O resto é só deixar os jogadores fazerem.

Saludos,
Fagner

Alexandre disse...

Acho que aos poucos a sorte está timidamente voltando a sorrir para o tricolor! Senão vejamos:

- o penal marcado por esse juizinho fdp de várzea, teria sido convertido.
- a bola do gol teria batido na trave e ido para fora.

Vou ficar só nestes dois exemplos para elucidar a minha tese.

No mais fazia tempo que eu não tinha os meus batimentos cardiacos acelerados por causa do nervosismo que o jogo me causou, foi uma jornada heróica do tricolor lembrando os velhos tempos de muita luta e raça, jogar com o coração na ponta da chuteira.

Não tenho dúvidas que será feito tudo para o curintia levantar a taça. Todo jogo tem penal para eles. E sempre um juizinho viado como este pulha que operou o time do grêmio e amarelou meio time, desfalcando o tricolor para o jogo do Palmeiras.

Faltam ainda 6 vitórias para fugirmos da degola. esse deve ser o pensamento a nortear o time em busca de algo melhor para o Dilmão 10.