terça-feira, 13 de setembro de 2011

Acorda Juarez




Não posso culpar o Juarez por acreditar em título mesmo com o primeiro turno que nós tivemos.

Não posso culpar o torcedor gremista por ter esperanças depois de 3 resultados positivos consecutivos. Ainda mais da maneira que esses resultados aconteceram (com atuações consistentes e muita vontade de jogadores que pareciam desacreditados).

Não posso mais culpar a imprensa (até porque não adianta nada) por fazer perguntas com segundas intenções.

Mas a história mostra que o nosso treinador tem um sério problema com arrogância. Falo de história e não falo só do Grêmio. Falo das passagens de Roth por outros clubes. Essa história mostra que os momentos de arrogância, precedidos por grandes fases dos clubes por onde ele passou, antecederam suas grandes quedas de rendimento e culminaram na sua saída.

Roth começou com essa "arrogância", nessa nova passagem pelo imortal, depois do jogo contra os Bambis, quando disse: "O São Paulo é uma dessas equipes que ganha e você não sabe muito bem o por quê (...)".

Passou por outra declaração alfinetando o clube paulista: "O São Paulo veio aqui com a soberba do São Paulo. O que aconteceu? Perdeu (...)".

E terminou com a declaração de hoje. Quando perguntado sobre se o Grêmio ainda pensa no título do nacional, ele respondeu: "A possibilidade é difícil, mas não impossível. Matematicamente é possível (...)".

Das 3 declarações dele, alguma é inverdade? Absolutamente. O problema que estou levantando neste post são as claras evidências do sucesso (mesmo que imediatista) subindo à cabeça do nosso treinador. E isso, historicamente, não é uma condição favorável.

Por isso eu peço ao nosso querido Juarez: calma amigo. Acorda. Não "acorda" porque o plantel do Grêmio não é capaz de ser campeão, mas "acorda" pra a vida real. Tu já foi arrogante antes. Sabe que não dá certo. Seja mais paciente. Tenha mais humildade. Vamos com calma. Tudo a seu tempo.

Na boa. Que os Deuses do futebol permitam que eu (e não seria a primeira vez) esteja errado, mas seria de bom grado o Juarez maneirar nessas declarações e esperar pra falar quando estiver com o caneco lá em cima da estante.

Ps.: #deixaobigodejuarez

PRA CIMA DELES, GRÊMIO!

6 comentários:

Menezes disse...

Massa, meu parceiro de zaga!

O Juarez precisa de um puxão de orelhas mesmo.

Dále!

Fagner disse...

É. CAU-TE-LA.

Boa, Dewes.

Saludos,
Fagner

Jaaelson'n disse...

Deixa o home trabalhar !

Saudações



J.A.Costa

Jaaelson'n disse...

Deixa o homem trabalhar!
C A U T E L A²


Saudações,
J.A.Costa

Eduardo disse...

Pra mim o que mais está dando medo é o fato de saber que o Juarez será demitido até o começo do próximo brasileirão, se isso não acontecer será uma grande excessão.
Não há um treinador que tenha continuidade, daí eles pegam outro com características totalmente diferente e começa essa ladainha tudo de novo.
Tomara que eu também esteja errado!

Arthur disse...

Cara, essa do São Paulo eu ouvi a entrevista, ele não falou nada disso, ele disse "O São Paulo vem ganhando o jogando, muitas vezes sem mostrar o porquê, sem apresentar um bom futebol".