sábado, 30 de junho de 2007

Querem criar um Jarbas Lima na Azenha

Lembra de quando inventaram o Jarbas Lima no banhado?

O político do PP, um velho bigodudo e sem carisma, parecia nada familiarizado com o futebol, acho que nem ir ao estádio em todos os jogos ia. O resultado foi pífio. Opa, pífio é hoje. Naquela época foi até menos que isso.

Pois agora eu vejo a lista de candidatos do Grêmio: Jorge Gerdau, Alexandre Grandene, Sérgio Saraiva e Antônio Brito.

Com todo o respeito aos três grandes empresários, não vejo em nenhum a paixão pelo Grêmio que a gente gostaria de encontrar num Presidente do Imortal. Nenhum tem essa relação sangüínea que o Odone tem.

Pior ainda seria o Brito. Alguém tem dúvida de que ele venderia nossos melhores jogadores e daria um jeito de dilapidar o nosso patrimônio, como fez com o Rio Grande? Sobre esse, nem o adjetivo de bom administrador pode ser usado. É uma besta.

Nos 4 casos, lembro do meu pai, seu Tito:

- Não te mete, rapaz. Ovelha não é pra mato...

4 comentários:

tiagor disse...

Realmente falta o gremismo mais apaixonado nesta lista. Mas pelo menos tem gremismo no tio Gerdau. Confio nele entre todos. Ele tem ajudado a reestruturar o imortal nos ultimos anos, sem falar que tudo que o cara toca vira ouro... To com os dedos cruzados.

Editor disse...

O pior aqui é que o nome é o Britto. O convite já existe, falta só ser aceito. Os empresários vão ficar no Conselho.

TiagoR disse...

Ai eh pra foder com o * do palhaco!

San Tell d'Euskadi disse...

Guardadas as proporções, e considerando a fraquíssima concorrência, Britto foi o melhor goverbador que tivemos desde tempos imemoriais.

Não sei se seria um bom presidente (aliás, não sei QUEM seria), mas não custa lembrar que Odone também é político.

Um abraço.