quinta-feira, 7 de outubro de 2010

17 gols no campeonato

Artilheiro. Mestre. Jesus.

Impressionante o número de adjetivos que o Jonas carrega nas costas ultimamente.

Agora, imaginem se ele acertasse 20% dos gols fáceis que perde em cada jogo.

Pobre do Ronaldo Nazário! Vaza, Neymar! Te enterra, dentuço FDP!

Tem tudo pra fazer história como artilheiro no tricolor. Se já não fez como atacante que perde gols.

2 comentários:

Snel disse...

Acho que o maior problema do Jonas não é perder gols, e sim, ser fominha.

Ontem, quando ele errou BIZONHAMENTE sem goleiro, o Clementino vinha SOLITO ao lado dele, pronto prum quero. Mas não, Jonas resolve driblar o goleiro, na ânsia pra ser o artilheiro (ainda mais) do campeonato, e acaba perdendo um gol pra fechar com chave de ouro a goleada, não importando quem o fizesse.

Foda, mas pelo menos ele tem feito bastante. Vamo que vamo!

..... disse...

Realmente, o Jonas poderia passar mais bolas. Mas tenho que concordar com o bolha do Diogo Oliver: se ele tivesse jogado na base, qualquer base, talvez ele fosse melhor nesses quesitos.

No mais, só não posso deixar de, mais uma vez, ficar de cara com o Odone:

"— O Jonas é um jogador que foi contratado durante a nossa última gestão e gosto muito dele". Gostava tanto que ficou com o Morales, o Marcel, o André Luís, El Ciclón, Soares, etc, etc, etc... Ah, vai dizer que era pior que eles? O último jogo dele com a tricolor em 2008 foi aquele 3x2 do Juventude no Olímpico, onde apenas ele e o Eduardo Costa pareciam estar indignados com a nossa atuação lastimável - e foi, além disso, autor do nosso primeiro gol naquela tarde.

Saludos,
Fagner