quarta-feira, 6 de outubro de 2010

o acréscimo que não era esperado

Uma vitória incontestável, sem dúvidas, mas poderão falar do adversário, lanterna do campeonato. Por isso quero me ater em outras questões, que considero inerentes a eles. O comando do Renato é inquestionável, tenho que admitir, e como é bom admitir isso, que estava errado ao duvidar da capacidade dele de arrumar a casa e fazer nosso time jogar. Paralelo a isso, tivemos a inclusão de um lateral direito de qualidade, que apesar de não ir à linha de fundo, coisa que não me conformo, imprimiu qualidade naquele setor. Douglas quer jogar, e está jogando. Nossos volantes estão seguros. Tudo se encaixando e talvez até mesmo previsível. Agora o que não estava previsto e que considero uma das grandes surpresas positivas nessa embalada do Grêmio é o rendimento do Lúcio na meia esquerda. É surpreendente a contribuição dele jogando nessa posição. Com Lúcio na meia, além do Douglas ganhar um companheiro efetivo, visto que o Souza depois da lesão ainda não encontrou o seu futebol, conseguimos ter jogadas de flanco pela esquerda. Pasmem os laterais estão jogando. Sim, “os laterais” no plural mesmo. Seja o Gilson, seja o Fábio Santos, ambos subiram muito de produção com o ingresso do Lúcio na meia. Além da grande variação de jogadas ocasionadas pelas constantes inversões de posições promovidas pelo Lúcio.
Acredito que não tem espaço hoje para o Souza nessa equipe, por mais esforçado que ele possa ser, em termos táticos tivemos um crescimento que nos coloca hoje como sérios candidatos a uma das vagas para a Libertadores.

2 comentários:

Issam Saldanha disse...

Estamos chegando no G3\G4, mas como gremista imortal não consigo deixar de olhar o Fluminense a 10pontos de nós, será que dá?...

Força Grêmio!

TiagoR disse...

Acho que o gabriel até que sobe, mas só na boa. Acontece que, com 2 laterais-esquerdos apoiando do outro lado, ele acaba ficando em quase todas...