quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Como tem que ser

Como tem que ser, classificamos para a fase de grupos da LA'11 e, como disse o Duda Tajes, agora, se o outro time do RS não correr da raia e ficar na primeira fase novamente (para seguir com as "coincidências" que eles viviam alardeando no ano passado), poderemos currá-los lá adiante.

Como tem que ser, a raça superou tudo e, mesmo em um jogo enjoado, ganhamos. Como tem que ser, foi com sofrimento e nervosismo. E tudo isso não é novidade e nem mesmo merecia mais comentários sobre a mesma coisa. Porém, uma coisa me chamou a atenção ontem:

Como tem que ser, quando um jogador perde um gol feito, mas põe feito nisso, recebeu o incentivo da torcida, mesmo que incrédula. Quando o nosso centroavante perdeu o gol, esperava que três olímpicos explodissem na sua cabeça com um peso monumental. Ao invés disso, recebeu aplausos, audíveis o suficiente para ele perceber. Vinte minutos depois, ele estava colocando o mundo em ordem, como tem que ser, com uma cabeçada de costas, e com muita gana. Ele pode não ser o melhor jogador do mundo, mas com essa força, vai ser sempre mais do que ele mesmo pode.

E isso não é só com ele. É com todo o jogador do Grêmio.

2 comentários:

TURELLY disse...

anotem aí. ANDRÉ LIMA fará, nesta temporada todos os gols q o JONAS fez ano passado, é só o time jogar como tem q jogar um time com um centroavante: sem lançamentos pra ele correr, sair da área, etc. bola nele, pivô, toque rápido, ou giro, bola na área. na força sou mais o LIMA.
VAMO GRÊMIO, no peito e na raça!

parabéns pelo blog, leio sempre.

TiagoR disse...

"Como tem que ser, quando um jogador perde um gol feito, mas põe feito nisso, recebeu o incentivo da torcida, mesmo que incrédula. Quando o nosso centroavante perdeu o gol, esperava que três olímpicos explodissem na sua cabeça com um peso monumental. Ao invés disso, recebeu aplausos, audíveis o suficiente para ele perceber. Vinte minutos depois, ele estava colocando o mundo em ordem, como tem que ser, com uma cabeçada de costas, e com muita gana. Ele pode não ser o melhor jogador do mundo, mas com essa força, vai ser sempre mais do que ele mesmo pode."