segunda-feira, 2 de maio de 2011

De Retalhos Para Farrapos

Estamos na reba. No retalho. Ou, se preferirem, em FARRAPOS.

Os desfalques são imensos. Imensos em número e em importância: Victor, Gabriel, Collaço, Rocka, William Magrão, Lúcio, André Lima e Borges. E isso que estou falando apenas dos considerados titulares.

O último eu não sei se é melhor não jogar mesmo. Porque, apesar de ser o melhor centroavante à disposição, não vive um bom momento. Teve gente que achou até que tinha posto a cobrança de pênalti no último GREnal pra fora de propósito. Prefiro não acreditar nisso. O cara é, antes de tudo, um ser humano. Tremeu na base. Paciência.

Teremos apenas 17 jogadores para escolhermos 11. Não completaremos os assentos do banco de reservas no Chile. Ter de remontar um time com poucas opções é uma tarefa HERCÚLEA até para treinadores do patamar de Mourinho e Mano Menezes.

Serão três guerras que o Imortal Tricolor passará. A vida na Libertadores está em jogo SIM. Quem quiser se iludir, que o faça. EU acho extramente difícil passarmos de fase. Sem falar nos dois GREnais que pegaremos nosso tradicional rival INFLAMADO pela praticamente garantida vaga às quartas-de-final e a conquista do segundo turno do ruralito.

A esperança sempre fica. Atirar a toalha, jamais! Perdemos um jogo GANHO para o Petrolero no qual eles estavam com meio time reserva. Por que não, então, chegar a nossa vez? Tudo é possível.

Quem sabe terminamos essa longa jornada de uma semana e meia transformando aqueles retalhos ali de cima em FARRAPOS?

Um comentário:

rohr disse...

Qual quer outro time do planeta não deveria nem ir ao Chile, nessas condições... Mas estamos falando de GRÊMIO e isso basta.
To só pela imortalidade...