domingo, 1 de maio de 2011

Não foi ruim, mas não foi bom.

O Snel já resumiu o jogo, portanto vou me ater a alguns detalhes:

Rodolfo pode ter errado o tempo da bola, ter sido atrapalhado pelo sol, mas FOI TOCADO NO AR. Falta.

Foto divulgada pelo Rodolfo no seu twitter.

Gílson jogou bem. Claro que ele batia de frente com o Nem, que não serve de parâmetro, mas gostei da atuação dele, inclusive soltando um petardo no 1º tempo que surpreendeu até ele mesmo.

Grohe foi quase perfeito durante os 90minutos e só deu pra sentir falta do Victor nos pênaltis.

Gabriel vinha bem e estourou o músculo numa bola que estava teoricamente tranquila. Mais um problemão.

Humberlito cagou. Vai ter gente dizendo que foi intencional e um monte de teorias da conspiração. Acredito que ele errou porque tentou mudar o jeito de bater, afinal a província se policia tudo e não duvido que tenham cantado pro Naranjito como ele costuma bater.

Douglas pode não ter feito grande partida mas o maior erro foi, junto com o Rochemback, ter deixado o Fernando bater aquela falta aos no último minuto. Fernando pode ter passado pelas seleções de base mas ainda é guri e a decisão poderia pesar, como pesou na falta e no pênalti.

De bom, tivemos a volta (boa) do Vílso e do Vistoso Viçosa, que ganharam um pouco de ritmo de jogo pra decisão de quarta-feira.

Sobre o nobre dirigente deles e a costumeira falta de água não vou comentar.

2 comentários:

Eduardo disse...

Não é perseguição, mas eu discordo em relação ao Gilson, se alguém tiver as estatísticas dele verá o tanto de passes errados e o pior, passes na fogueira ele deu, sem contar que esqueceu de defender e o Adilson teve que levar um cartão por sua culpa. Simplesmente não dá.

Arthur disse...

Eduardo, o Adílson estava perto de receber o cartão o jogo inteiro, me arrisco a dizer que o Alemão foi o pior do Grêmio na partida. Gílson está um Gabriel sem nome, mas até melhor do que o Gabriel.

Renato foi hipócrita ao deixar o Fernando bater. Ele disse que o Leandro é muito novo e tirou ele do jogo contra o Ypiranga por isso. Mas o Fernando, que tem 17 anos, mesma idade do Leandro, foi bater o pênalti... Vai entender...