quinta-feira, 5 de maio de 2011

Preparando o BR-2011

Ao contrário do que muitos acham, para mim, o momento é de pré-temporada para o que realmente interessa para o Grêmio: a LA 2012. E o único meio de se conseguir isso é sendo um dos quatro primeiros do Dilmão 2011. Como é que fazemos isso? Montando uma boa base.

Para mim, os dois jogos da final do ruralito não valem absolutamente nada, e não deveriam preocupar a direção. "Repensar o plantel depois do Gauchão" não vai nos levar até a Libertadores. Precisamos correr na frente e entrar nas primeiras rodadas "nos cascos", aproveitando que alguns times não vão estar muito focados nesse início de campeonato, seja pelas festas pelos títulos regionais, seja pelas finais da CB (e, como desgraça pouca é bobagem, muito clube forte não tem mais a LA para se preocupar). A ideia devia ser espelhar-se em 2008 - um time bem preparado, mesmo que com plantel limitado, tem sempre uma boa arrancada no primeiro turno. E isso pode decidir títulos.

Mas, para ficar entre os quatro primeiros, creio que precisamos de mais experiência. Não adianta chegar nas cabeças e levar 4x1 do Vitória no Barradão quando o que está em decisão é o caneco. Não só um jogador rodado, mas alguém com um currículo campeão. Esse tipo de nome falta no Olímpico. Mais do que identidade com o RS, ou com o modo "gremista" de jogar, o Grêmio tem que ter identidade é com taça no armário, não interessa se dando baile, como nos 3x1 da final da CB'01, ou com futebol pragmático, como na Era Felipão. Temos que pensar em títulos.

Todos sabem quais as nossas necessidades. Todos tem birra contra algum jogador do plantel. Mas trazer jogador que fala castelhano para colocar no lugar não vai resolver. Temos que trazer jogadores campeões, habituados com levantar canecos. Foi assim que vencemos todos os mais importantes títulos até hoje.

Mas, além disso, precisamos fechar com o treinador para o próximo ano. Eu acho que deve ser o Renato, desde que o presidente deixe de querer competir em popularidade. Se a filosofia de futebol do nosso treinador não serve para o presidente, manda embora e contrata outro. O Renato errou feio na Libertadores, tanto no jogo da ida, quanto no da volta. Mas isso não faz dele um treinador ruim. Tem que mandar uns DVD's para ele das libertadores para ele entender o significado de fazer gols fora de casa. Mas isso se resolve. Em pontos corridos, tiro longo, o Renato já mostrou que é mestre.

Começa agora o ano de 2012.

3 comentários:

Arthur disse...

Aew galera, há boatos que o Grêmio já fechou com o Miralles, eu vi muito pouco sobre ele, mas parece ser uma boa investida.
Vocês conhecem o futebol dele?

Davi disse...

Palmeiras Perdeu de 6x0 hoje! Felipão de repente vai ser despedido, não seria uma boa a volta do Felipão?!

abraçoO

..:: leandroM ::.. disse...

O problema em não ganhar o Gauchão nesse momento é a absurda pressão que recairia sobre o grupo (jogadores e principalmente técnico) no Campeonato Brasileiro.
Erraram Direção e o Renato, afinal, que você escalaria no time de quarta-feira, tendo Diego Clementino, Lins, Júnior Viçosa, etc... para substituir atacantes como Borges e André Lima? Então a culpa não é somente do Renato.
O que me pergunto é: temos 63 mil sócios, vendemos muito pay-per-view (4º ou 5º clube que mais vende pacotes), além dos demais patrocinadores e mesmo assim perdemos contratações para Atlético-MG, Vasco, Botafogo, etc... o problema é realmente financeiro ou de burrice dos dirigentes na hora de contratar???
Além de jogadores copeiros, precisamos de dirigentes copeiros, que não venham com discursinho vazio, político e "pseudo-motivador" tendo como base essa estória de IMORTALIDADE!!!

Gauchão e Brasileirão... Grêmio nas cabeças, SEMPRE!!! A história é essa!!!