quarta-feira, 15 de abril de 2009

A Banda Louca do Paulão

No início do ano já tinha escrito o bastante sobre a torcida, mas recebi 2 links que achei muito interessante publicar aqui.

Um é do blog da turma do Portão 18, ou Velha Escola como a Placar desse mês citou. O blog é novo e recém tá no 1º post. Se quiser acessar é só clicar aqui.

O outro é um texto do Éder Fischer, publicado no Finalsports que também fala dessa turma. Abaixo um trecho:
Chegando no estádio o telefone toca, era o Paulo. “portão 18! Entra no 18!” dizia ele um pouco eufórico. Ok. Encontrei alguns amigos e entramos no 18, fiquei por ali. Quando faltavam 5 minutos para o inicio da partida um amigo falou: “aqui ta fraco, vamu pru fervu”. Dei uma última olhada, nada acontecia, também, nada do Paulo, então fomos para a outra extremidade do estádio. Enquanto nos acomodávamos dei uma olhada em direção ao outro lado de onde havíamos acabado de sair. Porra! Eles Brotaram do nada! Pensei. E lá estavam eles, com barras, faixas e trapos, tão animados quanto a Geral de um tempo atrás.
O texto completo está aqui.

PS: Hoje quem vai narrar o jogo na RBS não é o Paulo Britto, vai ser o Galvão Bueno. Não sei o que é pior...

3 comentários:

Adriano Snel disse...

1º Excelente matéria, link e texto. Como é bom saber que tem gente quer SIMPLESMENTE TORCER pro Imortal.

2º Não era o cavalo ali no videozinho do blog do portão 18?

3º Sou muito mais do Galvão "Puxa-Saco" Bueno do que o burróide icônico do Paulo Brito.

Minwer disse...

Sim, é o Cavalo, conhecido como o Gaúcho da Geral ou simplesmente Juliano.

Adriano Snel disse...

Ah, o bom e velho Cavalo! Relinchando por esse pagos!