quinta-feira, 4 de março de 2010

É evidente, não é?

Quando o nosso dirigente EVIDENTE trouxe Borges eu falei: "Temos a solução para nosso ataque". Tirei o chapéu para o Meira, EVIDENTEMENTE. O negão beiçudo entrou, jogou e mostrou a que veio. Goleador nacional, pelo menos por agora na fase dos regionais. Pior que ser o goleador na fase dos regionais é NÃO SER o goleador.

Borges é raçudo, tem tiro forte e, é sim, copero y peleador. É boleiro. Um jogador que é titular em QUALQUER time brasiliense. Feliz somos nós que o temos pelas bandas da república cisplatina.

Sempre fiquei preocupado caso ele tivesse alguma lesão um pouco mais séria. E é aí que me refiro. Nós SÓ TEMOS ELE. Quem é o reserva de Borges? Oficialmente, não temos. William (não o Magrão) não me passa a MENOR confiança, não merece vestir o pala Imortal. Entre ele e Jonas, me dá o segundo. Não temos outro atacante de ofício. Eu achava que o reserva poderia ser Leandro. Aliás, pra mim, a dupla de ataque era para ser Leandro e Borges, ou Borges e Leandro, como queiram, deixando Jonas no banco. Só que Leandro voltou dos pagos do Sol nascente com o cacoete de meia-atacante, e pelo jeito ele vai ficar na media cancha. Aaah se tivesse voltado do outro lado, o de Uruguaiana...

Estava conversando com o amigo Valdomiro pelo twitter e ele deu uma idéia interessante: colocar o Mithyuê como opção para o ataque. Será que dará certo como deu Carlos Eduardo? Silas pode tentar, deslocando Jonas ao centro e deixando o moleque do joelho remendado pra fazer seu fogaréu caudilho pelos flancos. Talvez até Hugo, que tem uma boa condução de bola e chute forte.

O fato é que, evidentemente, não é, o Grêmio carece de um centro avante à altura do goleador Borges.

6 comentários:

Minwer disse...

O Silas já tinha dito, há algumas semanas, que tava preparando o Mithyuê (ô, nomezinho que consegue ser pior que o meu) pra jogar no ataque.

Evidentemente é uma boa alternativa.

Lucas Dornelles disse...

Concordo, o William foi muito mal (me fez ter saudades do Marcel e do Perea...), não sei se mesmo com ritmo tem bola pra jogar no Grêmio, mas acho que o Mithyuê joga na mesma do Douglas, será um grande meia.
Gostaria é de ver o garoto Bérgson recebendo mais chances, ele tem muito potencial, dribla bem, não tem medo de zagueiro e chuta forte, no pouco que entrou mostra que tem personalidade.
Jonas e Bérgson contra o POA porque não?

..... disse...

Fiquei satistfeito quando o Silas disse que queria preparar o Mithyuê para ser segundo atacante. Desde a base, daquele brasileiro sub-20 de 2008, eu venho dizendo que acho que ele é mais atacante do que meia. Carrega bem a bola, dribla curto, chuta forte e pifa quem estiver lá dentro com os olhos fechados. Pra meia, jogaria como o Souza (não como o Douglas), carregando a bola e passando sempre para frente, como vem fazendo.

Acho que o Silas só não tirou o William antes para não queimar o cara. Afinal, ele veio para ser o reserva do Borges. Não gosto de queimar jogador do tricolor, ainda mais quando tem apenas um jogo como titular, mas ele precisa parar em pé para poder ser avaliado. Parece disposto demais a mostrar serviço. Não sei o que o Silas vai fazer, mas acho que ele vai para o jogo novamente no sábado. Se for retirado antes, no intervalo, quem entrar no lugar vai ser o novo titular. E estou torcendo pelo guri do salão.

Só dois detalhes: a imprensa vermelha tá dando razão para o Silas agora. O Mário sobe muito (e bem), mas esquece de voltar. Precisa de mais treino para ser titular (e vai ser). O Adilson voltou mordendo. As vezes mordeno o ar, é verdade, mas é falta de ritmo. E o Magrão tá começando a ficar o cara seguro e útil de 2008. Chegou muito bem ao ataque e chutou uma boa bola como elemento surpresa. E o Edilson entrou durante o jogo (deu umas bobeadas grandes na primeira etapa), mas fez boa estreia e deu esperança. É melhor que o Patrício e o Paulo Sérgio.

Saludos,
Fagner

Miguel disse...

Pena que um ataque com Jonas e Mithyuê(ctrl+c no comentário do Minwer) ficaria muito leve. Mas, admito, sou acostumado a um ataque com pelo menos um centro avante de ofício... nem que seja ruim(fomos vice da LA com o TUTA).

Pra mim, o ataque ideal seria Mithyuê(ctrl+v) e Borges. Jonas, pra mim, é que nem o Hugo... bom banco, que entra sempre no segundo tempo pra fazer uma correria.

R!CARDO disse...

Tô curtindo o futebol do Jonas, apesar de ele insistir em algumas jogadas de efeito em vez de meter gol de qlqr jeito (que é oq ele sabe fazer e fez ontem).

Ainda boto fé no Rochemback (que tá mto mais marginal doq qnd jogava no inter) apesar de claramente faltar fôlego pra ele em TODOS os jogos. Deviam fazer um trabalho especial pra esse cara!

No mais, 3 pontos na nossa conta!

abraço a todos

Daniel Isaia disse...

Essa opção de lançar o Mithyuê no ataque também foi apresentada pelo Wianey Carlet em seu blog. Eu acho uma ideia interessante, mas tenho muito medo de queimar um jogador promissor em uma função que não é a dele. Pessoalmente, queria que o Mithyuê se transformasse em um dos melhores camisa 10 do Brasil.

Uma possível solução para a reserva imediata do Borges é o Roberson, atualmente emprestado ao Juventude. Fui ao jogo do alviverde contra o Inter-SM, ontem, e acompanhei esse jogador. Fiz um scout dele, tá lá no meu blog pra quem quiser ver:

http://gremiomanager.blogspot.com

Agora, uma coisa é unanimidade: Willian não é jogador para o Grêmio; só na cabeça do Silas. Assim como o Ferdinando, mas essa briga já é mais antiga...

Abração!