quinta-feira, 3 de março de 2011

Edição Extraordinária - Esclarecimentos

Acabei de escrever sobre o Paulão, mas estou tão de saco cheio de alguns comentários que ando lendo pela internet nos facebook e páginas de jornalóides que andam por aí, que vou atropelar o post anterior com alguns esclarecimentos:

1- A Arena é um estádio que a OAS está construindo nos moldes que o Grêmio quer. Logo depois de concluído, ele vai ser trocado pelo Olímpico. É do Grêmio, lá, hoje, só a bandeira.

2- O Grêmio é responsável por pagar e dar condições de trabalho aos seus funcionários. A greve na Arena é contra o empregador (a OAS) que está explorando mão de obra migrante. E eu estou torcendo pelo lado mais fraco nessa batalha.

3- Enquanto trabalhadores da Arena estão trabalhando em um estádio no meio do barral e ganhando pouco, tem gente pagando para ir a um estádio assistir jogo no barral. Cada um com seus problemas.

4- Não se começa uma obra de reforma da sua casa destruindo o teto primeiro, para depois reunir toda a família e questionar qual é a melhor forma de fazer a dita mudança.

5- Mudanças importantes são frutos de longos períodos de discussão e debate transparente. "Cases de gestão esportiva" acham que se faz isso em uma noite.

6- Antes de sair gritando "eu, eu!" a gente tem que saber para o que estão pedindo voluntários. É um baita vexame chamar para a festa na tua casa e não ter casa.

Sei que vocês já sabiam disso. Mas, às vezes, é muito divertido lembrar.

5 comentários:

Menezes disse...

excelente corneta!

Josué Antonio disse...

"É um baita vexame chamar para a festa na tua casa e não ter casa."
Excelente. Para calar a boca alheia.

E sucesso, Paulão! Enquanto vestiu o manto, honrou-o. E isso que fica marcado.

TiagoR disse...

Não é corneta, é vacina. Os caras ficaram tão desesperados com esse assunto, que não esquecem da Arena um segundo.

Fabiane disse...

Essa foi pior que a festa do Arnesto:
ele só esqueceu de 'punhá um recado na porta', "eles" esqueceram até da porta...

Schmiedel disse...

Não se começa uma obra de reforma da sua casa destruindo o teto primeiro, para depois reunir toda a família e questionar qual é a melhor forma de fazer a dita mudança.

#Mestreeeeeee